Maconha combate diabetes, aponta estudo

marijuana-Type2-diabetes-cure-750x500

Usuários regulares demonstraram ter baixos níveis de insulina em jejum, afirma estudo.

Fumar maconha pode prevenir o desenvolvimento de diabetes, uma das doenças crônicas que mais crescem no mundo. Se o estudo for comprovado, pode resultar no desenvolvimento de tratamentos baseados no princípio ativo da maconha, o THC.

Os pesquisadores descobriam que os usuários regulares de maconha tinham níveis mais baixos do hormônio insulina em jejum – um bom sinal, que indica que estão protegidos contra diabetes. Eles também apresentaram uma queda na resistência à insulina. A maconha é amplamente consumida nos Estados Unidos, com mais de 17 milhões de usuários hoje, dos quais 4 milhões fazem o uso diário da erva. No Reino Unido, os últimos dados mostram que cerca de 2,3 milhões de pessoas consumiram maconha no último ano. Mas estes números vem diminuindo na última decada.

Há pouco tempo, dois estados norte-americanos legalizaram o uso recreativo da Maconha e outros 19 estados já legalizaram para fins medicinais, para pacientes que sofrem de inúmeras condições, entre elas esclerose múltipla e câncer. Há tempos que o THC já é aprovado para tratar os efeitos colaterais da quimioterapia em pacientes com câncer, a anorexia associada à AIDS e outras condições.

Esse estudo foi feito com 5.000 pacientes que responderam a um questionário sobre o uso de drogas e todos eles faziam parte do National Health and Nutrition Survey entre 2005 e 2010. Os resultados mostraram que quase 2.000 haviam usado maconha em algum momento de suas vidas e mais de 1% (579) ainda fuma maconha. Os que usaram maconha até um mês antes foram os únicos que mostraram evidencias de proteção contra diabetes, sugerindo que o efeito protetor seja temporário e vá se desgastando. Os que usam maconha atualmente mostraram 16% menos insulina em jejum do que os que nunca fumaram.

Murray Mittleman, da Unidade de Pesquisa de Epidemiologia Cardiovascular no Beth Israel Deaconess Medical Center, em Boston, e autor principal do estudo publicado no The American Journal of Medicine, disse que estudos anteriores mostraram menores taxas de obesidade e diabetes em usuários de maconha.

Duas pesquisas anteriores também já mostraram que embora os usuários de maconha consumam mais calorias, eles tem um índice de massa corporal menor. Os mecanismos subjacentes a este paradoxo são desconhecidos, dizem os autores. Joseph Alpert, professor de medicina na Universidade do Arizona e editor chefe do jornal disse: “Estas são observações notáveis que são suportadas por experimentos científicos básicos que chegaram a conclusões semelhantes.

“Precisamos desesperadamente de uma grande quantidade de pesquisas básicas e clínicas sobre os efeitos de curto e longo prazo da maconha em uma variedade de situações clínicas, como diabetes e a fragilidade dos idosos com câncer”.

Quase um em cada 20 adultos no Reino Unido tem diabetes, dos quais 2,6 milhões são diagnosticados e 500 mil não são diagnosticados. Essas taxas estão aumentando nesse país e no resto do mundo, impulsionadas pelo estilo de vida ocidental, e se espera cerca de 4 milhões de diabeticos no reino unido em 2025. A doença aumenta o risco de insuficiência cardíaca, insuficiência renal e morte – e é um dos maiores desafios de saúde enfrentados pelo Reino Unido.

Fonte: The Independet

Anúncios

4 respostas em “Maconha combate diabetes, aponta estudo

  1. Nossa, cancer, aids, diabetes, biocombustivel, construção, tecido, “happy hour”, doenças e dores cronicas, ansiedade.. A maconha serve pra tudo isso

  2. Muito válido esse estudo,mas particularmente ainda me preocupa os usuários q. Se drogam com outras finalidades ,trazendo muitos prejuízos no seu desenvolvimento intelectual!qualquer droga em excesso viciáveis traz problemas e muitos buscam drogas mais fortes e se tornam dependentes….ser saudável e viver com energia buscando ser feliz com atitudes sociais e compartilhadas! Fiquem alertas jovens inexperientes,a vida é linda e o futuro pertence à vocês!….

  3. NÃO PODEMOS DISPREZAR O USO MEDICINAL DA MACONHA , QUANTO AO USO RECREATIVO É PRA PESSOAS COM A PERSONALIDADE FORMADA, BOM PRA RELAXAR AS TENSÕES NO FINAL DO DIA .

  4. Pingback: Maconha combate diabetes, aponta estudo | Tudo Sobre Plantas

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s