Projeto de legalização é rejeitado na Irlânda

Ministro da Saúde irlandês ainda acredita no mito de que a maconha é a “porta de entrada”.

Enquanto alguns países seguem firme rumo à um futuro mais tranquilo no que diz respeito à política de drogas, infelizmente parece que a legalização da maconha não vai progredir na Irlânda. Ontem o projeto de Luke Flannagan foi rejeitado pela câmara baixa do Paramento irlândês – uma espécie de Congresso dos Deputados.

Como um país extremamente conservador que é, os políticos Irlandeses expressaram bem essa opinião pública e rejeitou o projeto de Flannagan por 111 votos contra e apenas 8 a favor. Os legisladores irlandeses já vinham debatendo o tema há vários dias e mesmo sendo contra a legalização, muitos deles apoiaram um debate mais amplo a cerca do assunto.

Mesmo ciente da desvantagem, Luke Flannagan argumentou com muita força e dignidade a favor de seu projeto.

Mesmo ciente da desvantagem, Luke Flannagan argumentou com muita força e dignidade a favor de seu projeto.

 Ao falar sobre seu projeto, Flannagan citou uma série de relatório de saúde que indicam que a maconha não é tão prejudicial quando é amplamente divulgado, que drogas legalizadas são mais prejudiciais que a erva e até apontou uma potencial receita que a legalização poderia gerar.

Disse que atualmente cerca de 150 mil pessoas fumam maconha na Irlanda e gastam em torno de € 100 por mês. Se o a maconha fosse regulamentada e fosse cobrado 13% de imposto, isso renderia algo em torno de € 60 milhões por ano para o tesouro.

O Ministro da Saúde James Reilly disse que o governo não vai mudar sua política de drogas e falou que tem “sérias preocupações” no impacto que essa mudança poderia causar à saúde pública. Ele afirma que a maconha é uma verdadeira “porta de entrada” para drogas mais pesadas. Disse também que ele quer ver “mais repressão” e que o governo “quer apresentar às pessoas a oportunidade de alcançar uma vida sem vícios”.

reilly-cannabis

O Ministro da Saúde, James Reilly disse que a maconha é a “porta de entrada” para outras drogas. Ele vede acreditar em bicho papão também.

Mesmo abordando os sentimentos do Ministro de Estado Alex White, que falou ontem sobre planos do governo para permitir o uso de medicamentos à base de canábis para esclerose múltipla,  Reilly disse que “não há evidências” de qualquer apoio público à uma mudança da política de drogas.

Olhando o “placar” da votação (abaixo), de repente  nos sentimos estranhamente familiarizados com essa situação: uma sociedade extremamente conservadora e alienada, com seus representante mais conservadores ainda. Parece até a votação do PL do Osmar Terra, só que ao contrário.

Triste retrato do conservadorismo irlandês.

Triste retrato do conservadorismo irlandês.

Anúncios

Uma resposta em “Projeto de legalização é rejeitado na Irlânda

  1. Pingback: Irlanda caminha para legalização da maconha medicinal | CHARAS

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s