Emissora inglesa produzirá reality show para estudar os efeitos da maconha

878-tRlNq.AuSt_.55_3156442_ver1.0_640_480

O programa servirá como pesquisa para testar os efeitos das diferentes formas de ganja.

Apesar da comum aversão à realitys, com certeza muitos maconheiros desejariam participar deste mais novo programa te TV que promete ser o mais esfumaçado de todos os tempos: um reality show onde não tem prêmio, mas a missão principal é fumar muita maconha!

Parece doidera, mas é tão sério que até servirá como base de para uma pesquisa. Esta é a proposta da Channel 4, emissora inglesa que irá produzir o “Drugs Live: Cannabis” e já vem causando um burburinho na terra dos anglos.

O programa/pesquisa contará com os professores Val Curran e David Nutt, que irão realizar uma série de testes para analisar os efeitos do skunk (flores secas) , a resina da maconha (hash, dabs, bho) e placebo, todos em um ambiente controlado de laboratório.

206181_436355313069790_1079552742_n

Os voluntários deverão fumar maconha não só na forma de flores, mas como hash e dabs também.

Voluntários experimentarão linhagens mais fortes de maconha, resina e placebo como parte de um estudo que será feito pela University College London (UCL) em condições laboratoriais, de forma que a Channel 4 apresentará na TV ma forma de um programa de 90 minutos.

O “Drugs Live: Cannabis” pretende testar teorias de que o skunk seria mais viciante do que outras formas de ganja e que poderia causar paranoia ou levar a perda de memória. Bom, algumas teorias absurdas a parte, o programa promete ser um verdadeiro sucesso. Vale lembrar que com a popularização pelo mundo da nova linha de pensamento sobre as políticas de drogas, as emissoras começam a querer tirar sua casquinha.
Se prestarmos atenção veremos que por aqui já começamos a ter experiências desse tipo também, como as recentes “abordagens positivas” da Rede Globo em matérias que falam especificamente de maconha.

Os voluntários, que até então sempre tiveram que conseguir seu fumo de maneira ilegal, embarcarão numa série de exames que analisarão diferentes tipos de efeitos sobre o corpo, memória e bem-estar psicológico.

Só no último ano, cerca de 2 milhões de pessoas fumaram maconha na Inglaterra, tornando-a a droga ilegal mais consumida do país – não muito diferente do que acontece nos outros países. Segundo pesquisas, metade da população com idade de 16 à 30 anos já fumou maconha pelo menos uma vez.

O professor Curran disse que “este é um projeto de pesquisa extremamente interessante e importante, que vai mostrar como o skunk e a resina produzem diferentes efeitos sobre o cérebro humano, a mente e o comportamento”.

rteyh“O último programa da série da Channel 4, o ‘Drugs Live: The Ecstasy’, foi assistido por mais de 2 milhões de jovens no Reino Unido no ano passado, e muito mais pela internet. O tema ‘drogas’ é de extremo interesse das pessoas, principalmente entre jovens, que convivem diariamente com esta realidade em seus círculos sociais”, disse o professor. “Minha esperança é que este novo programa possa informar cientificamente todos aqueles que usam, usaram ou pensam em usar maconha sobre os efeitos de seus diferentes tipos e formas”, conclui.

Segundo a emissora, os testes serão acompanhados e debatidos por vários de especialistas no assunto, envolvendo cientistas, profissionais de saúde, políticos, usuários de maconha e ativistas que lutam pela legalização.

Alguma emissora brasileira bem que podia deixar de papo furado e tomar uma iniciativa como essa né? Ao invés de ficar promovendo a imbecilização da sociedade com realitys fúteis e burros,  as emissoras deveriam adotar este formato de reality e mostrar de maneira séria os efeitos do uso da maconha. Sem dúvidas não faltariam voluntários!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s