Cagadas nossas do dia a dia: o Papa não fumou maconha

fsv

Temos o dever de informar à todos nossos leitores que a notícia do Papa que publicamos neste site pode não passar de uma grande brisa de um site gringo.

Pois é galera, começamos pedindo mil desculpas pela possível gafe que cometemos aqui ontem, ao noticiar em primeira mão no Brasil que o Papa Francisco havia experimentado maconha quando jovem. Dessa vez o ditado se provou verdadeiro, e a pressa realmente se mostrou inimiga da perfeição.

Ontem foi um dia espantoso para nossa pequena equipe, que trabalha de forma independente e comprometida com o jornalismo canábico. Nunca tínhamos visto números como os de ontem, e talvez por isso, a empolgação tenha nos feito agir de forma precipitada. Começamos o dia compartilhando em nossas redes sociais um artigo que fizemos em outubro do ano passado, sobre o caso do pequeno Landon Riddle, que luta contra o câncer utilizando a maconha como tratamento. Ao longo do dia, a notícia viralizou de tal forma que as 14 e poucos da tarde, nosso site caiu. Foram mais de 8 mil visitas em menos de 4 horas (uma média de 2 mil visitas por hora, coisa que muitos sites não tem em um mês), e por isso nosso servidor não suportou o volume de acessos e caiu.

Mas rapidamente conseguimos normalizar a situação e a noticia continuou viralizando ao longo do dia. Por volta das 18 horas, recebemos uma mensagem inbox no Facebook de um leitor italiano com uma notícia bombástica: o papa já tinha fumado maconha. O link era do site italiano Net1News, com um artigo com mais de 8 mil compartilhamentos, postado no dia 6 de janeiro e que continha um texto explicando em que situação o papa teria feito a tal revelação, exatamente como nós reportamos aqui. A fonte desta noticia era um outro site italiano chamado Giornale Del Corriere,  publicada um dia antes, e que já tinha sido compartilhada mais de 25 mil vezes.

A princípio desacreditamos da notícia e tentamos checar outras fontes. Procuramos em sites de noticias americanos, europeus e asiáticos, e nada. Achamos algumas menções em alguns fóruns gringos e por alguns ativistas europeus também, mas nada que falasse se era ou não real. Fomos atrás de alguma posição do Vaticano, e nada também – nem confirmando, nem desmentindo.

Sendo assim, achamos que valia a pena arriscar e trazer a noticia pro Brasil em primeira mão. Mas deixamos de conferir um detalhe crucial: o próprio site. Muita leseira! A empolgação com a bomba que tínhamos em mãos foi tão grande que deixamos de verificar mais a fundo o conteúdo do site, a ponto de deixar passar um rodapé explicando que o site é também satírico e portanto nem todas as notícias dele são verdadeiras. E por esse erro pedimos sinceras desculpas!

Editamos caprichosamente uma foto do Papa Francisco, produzimos o nosso texto e postamos. Então o site bombou de verdade! Se a audiência estava alta com o artigo sobre o pequeno Landon, com o furo do Papa maconheiro realmente foi às alturas e começamos a ter problemas de estabilidade novamente, mas não chegamos a cair. Milhares de pessoas começaram a acessar o artigo publicado e a compartilhar a notícia. Até mesmo site de notícias oficiais e profissionais ficaram sabendo e compartilharam. Antes de publicar esse artigo em nosso site, não existia essa notícia em língua portuguesa. E foi ai que começamos a tomar noção to tamanho e força do projeto CHARAS: importantes canais ativistas também compartilharam nosso furo e ajudaram a disseminar a informação;  ativistas de todas as partes do mundo encheram nossas caixas de entrada no Facebook e e-mail; até canal de televisão entrou em contato pra confirmar a notícia. E não confirmamos, apenas informamos que havíamos visto a informação no site italiano – talvez por isso nenhum site grande de notícias tenha publicado.

Bom, se nós pecamos pela empolgação, parece que muita gente também foi no embalo e pecou junto! Alguns dados da nossa cagada: nosso artigo teve mais de 9 mil compartilhamentos em menos de 18 horas; foi visualizado 36 mil vezes por pelo menos 22 mil pessoas diferentes; serviu de referência para sites de notícias oficiais/profissionais brasileiros e gringos (que só vieram a dar o furo depois que milhares de pessoas já tinham compartilhado nosso artigo). Isso tudo sem computar os dados de todos os outros artigos do site neste mesmo período de tempo (inclusive o do pequeno Landon, que teve mais de 14 mil visitas, 10 mil compartilhamentos e 54 mil visualizações).

Vale lembrar que não somos um canal profissional de notícias, formado por jornalistas profissionais com um dinheiro profissional. Somos ativistas (maconheiros e caretas), apaixonados pela ganja e lutando de coração pela sua legalização. O projeto CHARAS tem como objetivo se tornar um dos principais personagens no processo da legalização brasileira, nos tornando um canal de referência no cenário canábico e colaborando com as mais diversas iniciativas que visem ampliar o debate.

Mas como qualquer pessoa ou equipe, também estamos sujeitos à erros. O importante é manter a responsabilidade e o compromisso com o público, apertar um morra e ter humildade de assumir o erro. Apesar da furada (ou não, afinal nem o Papa, nem o Vaticano, nem lugar nenhum desmentiu a informação até o momento, deixando tudo num grande limbo cinzento), ficamos extremamente felizes com os números que alcançamos. Não os do artigo do Papa maconheiro, mas sim com os números de outros artigos.

Uma coisa leva a outra, e as pessoas viram em torno de 3,7 páginas por visita! O artigo mais visualizado dos últimos dois dias é o do pequeno Landon, com mais de 54 mil visualizações. Diversos outros artigos também tiveram milhares de visualizações, como os que falamos sobre o cânhamo salvando o mundo, a maconha curando o câncer e a legalização no resto do mundo. Se a meta da nossa iniciativa é levar a informação, com certeza esse deslize fez muita gente conhecer os benefícios da ganja, independentemente se o Papa fumou mesmo maconha ou não.

Queremos agradecer à todos aqueles que compartilharam o artigo do Papa e confiaram no nosso site. Sentimos muito tê-los desapontado nesse post em específico. Agradecemos também imensamente todo o carinho e feed back que recebemos desde o começo de nossas atividades em 2013. O projeto CHARAS vem crescendo exponencialmente e se destacando no cenário brasileiro. Já somos hoje uma das principais fontes de artigos e  notícias, alcançando prestígio e reconhecimento no Brasil e no mundo. Prometemos no futuro, prestar mais atenção e checar melhor nossas fontes. E quando acharmos que checamos bem, checar de novo!

Continuem acessando e compartilhando o conteúdo CHARAS, com publicações diárias sobre maconha e a situação sobre a legalização no planeta. Lembramos que a notícia ainda não foi desmentida pelas autoridades que poderiam botar um xeque mate na questão,  e cabe a cada um analisar se só por ele ser o representante máximo da Igreja Católica, não poderia uma vez na vida ter experimentado de fato a maconha e saber o gosto que ela tem. O que mais choveu foi gente comentando pra deixar o coroa em paz, que não tinha feito nada demais. “Até o papa, deixa o coroa da um doizin em paz!”, dizia uma leitora gente fina no Facebook.

Mas de qualquer forma, é nosso dever informar sobre a questão da seriedade da fonte da notícia. Somos apaixonados pelo que fazemos e talvez por isso tenhamos nos precipitado tanto com uma notícia tão importante. Mas as cagadas existem pra nos tornar mais cuidadosos, fortes e sábios, e por isso, agradecemos pelo ocorrido e não nos arrependemos. Mais uma vez pedimos desculpas e terminaremos com a citação de um grande profeta, que talvez alguns já conheçam:

“Errar é humano, perdoar é preciso, e correr atrás daquilo que realmente queremos é uma obrigação. Viva, ame, pense, erre, caia, levante e depois do erro corra atrás de refazer o seu acerto. Faça tudo o que desejar fazer. Digα te amo sem medo de não ouvir isso depois. Aproveite a vida, nunca se sabe o dia de amanhã.” – Bob Marley.

Anúncios

Uma resposta em “Cagadas nossas do dia a dia: o Papa não fumou maconha

  1. Pingback: Papa Francisco confessa: “Já fumei maconha quando jovem” | CHARAS

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s