Mykayla Comstock, a guerreira que venceu o câncer com ajuda da maconha

article-kidpot6-1124

Mykayla está há praticamente um ano e meio livre de um tipo raro de leucemia e sempre agradece à ganja, que foi parte fundamental de seu tratamento.

Uma das mais novas usuárias de maconha medicinal de Oregon, nos EUA, Mykayla Comstock se tornou uma espécie de embaixadora da luta pelo uso da maconha medicinal por pacientes infantis.

860825-mykayla-comstock-and-mother-erin

“Canabis é minha medicina e curou o meu câncer” – Mykayla.

Prestes a completar 9 anos, a jovem Mykayla já é conhecida no mundo inteiro por sua luta pela legalização do uso medicinal da maconha por crianças e é um exemplo vivo dos benefícios da ganja no tratamento do câncer. Mykayla se destaca pela sua desenvoltura com a mídia e grande envolvimento no ativismo canábico: isso já lhe rendeu dezenas de entrevistas e reportagens, onde teve a oportunidade de espalhar a mensagem da maconha medicinal.

Quando ela tinha 7 anos, foi diagnosticada com um raro tipo de câncer, leucemia linfoblástica aguda, com risco de metástase para o cérebro e fluído espinhal. Os médicos lhe encaminharam para a quimioterapia, alertando seus pais sobre uma futura radioterapia e ainda sobre a necessidade de um transplante de medula.

Imediatamente os pais de Mykayla pensaram no óleo de maconha e se apressaram à conseguir a permissão para que sua filha pudesse ser tratada com este medicamento. Dessa forma, a jovem Mykayla se tornou uma dos mais de 2 mil pacientes com câncer – das quais mais de 50 são crianças – autorizados pelo estado de Oregon a usar a maconha como tratamento médico.

Mykayla utiliza a maconha de várias formas, inclusive como suco, óleo em capsulas e doces também.

Mykayla utiliza a maconha de várias formas, como suco, óleo em capsulas e doces por exemplo.

Mykayla quer ajudar a mudar a forma como o câncer infantil é abordado atualmente. Ela usa a maconha como medicamento e vem apresentando resultados espetaculares. Ela não chegou a trocar de tratamento, mas começou usando o Óleo de Maconha (Hemp Oil, RSO) para ajudar no combate à leucemia e também como complemento da quimioterapia contra os efeitos colaterais – ela continua a usar a maconha ainda hoje pra ajudar a combater os efeitos debilitantes do seu tratamento de quimioterapia.

Apenas 1 grama de óleo três vezes ao dia é o suficiente para ajudar Mykayla a se manter longe da leucemia.

Apenas 1 grama de óleo três vezes ao dia é o suficiente para ajudar Mykayla a se manter longe da leucemia.

A jovem afirma que a ganja ajuda de maneira crucial em seu tratamento: “Sem a canábis me sinto mais cansada e com a canábis eu tenho mais energia pra brincar e fazer outras coisas”.

Segundo o Sr. Krenzler, pai de Mykayla, ela ingere cerca de um grama do óleo de maconha três vezes por dia, além de um suco natural de maconha com efeitos não-psicoativos. O resultado, diz ele, é a volta do apetite de Mykayla, assim como a capacidade de suportar os efeitos colaterais da quimioterapia, como as fortes náuseas, dores e mal estar. Para Krenzler, se não fosse a maconha, ela estaria cada dia mais doente, precisando de medicamentos fortíssimos contra a dor, tais como Vicodin ou OxyContin.

“Eu tinha receio de que o consumo de maconha, mesmo medicinal, pudesse causar algum problema no desenvolvimento da Mykayla”, relata o Sr. Krenzler, que no inicio desconfiou bastante do tratamento alternativo. Porém, ele relata que depois que começou a constatar o alívio de Mykayla ele não teve dúvidas de que a maconha estava salvando a vida de sua filha.

Foto postada em sua página no Facebook comemorando um ano longe da leucemia.

Foto postada em sua página no Facebook comemorando um ano longe da leucemia.

O pai de Mykayla afirma que o câncer dela está completamente eliminado, mas que ela ainda precisa se submeter aos regimes da quimioterapia padrão por mais dois anos. Até lá, ela deve continuar com o tratamento à base de maconha, afim de combater os efeitos da quimioterapia e melhorar sua qualidade de vida.

Mykayla está crescendo bem e bastante feliz, graças à maconha. Ela segue como uma espécie de porta voz dessa classe de usuários medicinais, as crianças, participando de documentários, entrevistas, palestras, conferências, programas de TV e diversos outros espaços e canais de comunicação. Graças à esse empenho, hoje milhões de pessoas conhecem seu caso e sabem que crianças com câncer não precisam sofrer para se curar. Existe um tratamento alternativo e muito eficiente chamado maconha.

Assista abaixo algumas das participações da pequena Mykayla “espalhando a palavra” e ajudando a explicar a questão do uso medicinal da maconha por crianças.

 

Vice:

 

The Oregonian:

 

The Huffington Post:
o-MEDICAL-MARIJUANA-FOR-KIDS-facebook

 

 

Anúncios

Uma resposta em “Mykayla Comstock, a guerreira que venceu o câncer com ajuda da maconha

  1. Pingback: O poder da etiqueta azul | CHARAS

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s