Maconha contra a asma

asthma.

Há muito tempo que a maconha tem sido indicada como medicamento para aliviar os sintomas da asma. Agora, uma nova pesquisa tenta explicar porque o ingrediente principal da maconha, o THC, pode ajudar os pacientes a respirar mais facilmente.

Publicado há duas semanas no  British Journal of Pharmacology, um novo estudo mostra que a maconha pode ter um efeito sobre as vias aéreas semelhantes aos medicamentos atuais para asma.

Usando amostras de tecido pulmonar humano, pesquisadores franceses descobriram que o THC pode bloquear as contrações musculares causadas por uma molécula de sinalização chamada acetilcolina.

Acetilcolina é responsável por manter o tônus muscular das vias aéreas e também é responsável por contrações em ataques de asma. Curiosamente, os medicamentos para asma bloqueiam a mesma molécula, mas a partir de um ângulo ligeiramente diferente.

“Eles impedem que a acetilcolina se ligue ao seu receptor”, explica o Dr. Donald Tashkin, que não esteve envolvido no estudo. “Mas o THC funciona semelhante a isso. Ele não tem efeito sobre a ligação aos receptores, só impede que a acetilcolina seja liberada.”

Dr. Donald Tashkin, um especialista em pulmão e professor de medicina na Universidade da Califórni e fez parte da equipe que descobriu o efeito da maconha como um broncodilatador. Em 1973, o grupo publicou um estudo no  New England Journal of Medicine, no qual constataram as vias aéreas mais largas em indivíduos asmáticos e não asmáticos após fumar maconha.

“Ela também era bem sucedida na reversão experimental da asma induzida , de uma forma que era comparável a um broncodilatador terapêutico padrão que foi amplamente utilizado naquela época”.

De fato, as descobertas do Dr. Tashkin levou a uma série de estudos posteriores sobre o consumo de THC através de um inalador. Mas a ideia de inalador não funcionou, diz ele, pois a molécula do THC é muito grande e causou tosse aos pacientes.

Tomando o THC oralmente foi constatado que o efeito sobre as vias aéreas foi demorado e muito fraco. E ainda que os pesquisadores tenha concluído que, eventualmente, fumar é a melhor forma de administração, o fumo parecia ser uma má escolha para o tratamento.

“O problema com a fumaça é que ela contém uma grande quantidade de componentes nocivos que são irritantes para o tecido respiratório e podem levar a uma resposta inflamatória nas vias aéreas centrais, o que não seria algo bom de se desenvolver em um asmático.”

Mas o trabalho do Dr. Tashkin sobre o assunto terminou bem antes dos vaporizadores se tornarem populares como uma alternativa ao tabagismo. E, embora ninguém nunca tenha estudado, diz ele que, em teoria, poderia funcionar.

“Se você vaporizar, você elimina todos os outros ingredientes da fumaça que são semelhantes aos componentes da fumaça do tabaco”, explica o Dr. Tashkin. “Eu não sei se alguém já estudou o efeito do THC vaporizado no músculo liso das vias aéreas, mas meu palpite é que ele levaria a broncodilatação.”

Atualmente, muitos asmáticos ao redor do mundo relatam os benefícios da maconha medicinal para tratar sua condição. Infelizmente, a tecnologia do vaporizador ainda é cara e nem todos tem acesso à esse equipamento. Porém, mesmo os que utilizam a maconha na forma dos famosos “baseados”, relatam sentir uma grande melhora. Agora já está explicado o porque.

Tomara que em breve as condições aqui no Brasil melhorem, não só parta a importação dos vaporizadores, mas para o plantio também. De nada adianta ter um vaporizador caríssimo e ter flores prensadas para um tratamento médico,  não existe medicina com  o fumo prensado.

Pelo menos os que tem condições e coragem de plantar seu próprio medicamento já sabem: por ser broncodilatadora, a  maconha é uma ótima alternativa natural para a asma.

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s