Relatos medicinais: Gabriel Espíndola

“Olá, meu nome é Gabriel Espíndola, moro no interior de Mato Grosso do Sul, tenho 24 anos e sou Estudante.

Inicialmente minha relação com a Cannabis foi de forma recreativa. Costumava fumar com amigos, mas sempre preferi fumar sozinho, pois era quando eu atingia o auge da percepção.

Aquele momento em que você conversa com você mesmo e era como se estivesse utilizando uma lupa para enxergar o que havia de melhor em mim, e em todos a minha volta. Além de estimular a criatividade, comunicação, sensibilidade, a introspecção, etc…

Depois de alguns anos, descobri seu potencial medicinal, e hoje, abandonei o cigarro, estou deixando aos poucos o álcool e trato minha insônia, ansiedade e stress com Cannabis.

Consumo dois, no máximo três cigarros de cannabis por dia e afirmo com propriedade seu potencial curativo.

Sou absolutamente a favor da descriminalização do uso recreativo, medicinal e industrial da Cannabis no Brasil., bem como seus derivados, tendo em vista o uso de drogas não é um ato criminoso, mas sim uma opção de cada ser humano e um direito individual no qual o Estado não pode intervir com o uso de força e repressão policial.” – GABRIEL ESPÍNDOLA, Aquidauana /MS.

Esta sessão tem por objetivo divulgar os casos e depoimentos de usuários medicinais que lutam pelo direito de um tratamento mais digno e saudável. Mais informações sobre o grupo Eu Uso Maconha Medicinal podem ser encontradas clicando aqui. Legalizar a maconha é uma questão de dignidade e respeito!

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s