Relatos medicinais: Rose Castro

“Eu uso maconha há três anos. Fui diagnosticada com três hérnias de disco, mas os quatro médicos neurocirurgiões que consultei se recusaram a me operar por eu sofrer de uma doença degenerativa na coluna, eles disseram que corro o risco de ficar tetraplégica.

Também sofro de fibromialgia. Sinto dores horríveis, às vezes travo e não consigo andar. Já fiquei internada tomando sedativos (porque eu gritava de dor) e morfina, quando tive alta deveria ter continuado tomando comprimidos de morfina em casa como o médico me receitou. Mas esses comprimidos só me deixavam zonza, enjoada e não aliviava a dor, eu simplesmente deixava de me incomodar com ela.

A fisioterapia também não ajudou, saía da clínica com mais dor ainda. Um dia uma pessoa me ofereceu um baseado e eu aceitei, depois de umas três tragadas logo percebi que tinha encontrado o remédio perfeito, pois a dor passou como mágica! Passei a pesquisar sobre a maconha, lendo, assistindo vídeos, falando com pessoas que usavam, então resolvi jogar no lixo os remédios que tomava e passei a fumar todas as noites.

Desde então eu não travei mais, não precisei mais ser levada ao hospital. Passei a viver com mais dignidade, paz, alegria, finalmente passei a me sentir feliz!!!

No mês passado fiz uma ressonância para ver como estaria minha coluna. O médico disse que é um milagre eu estar andando ainda e me perguntou que remédio eu tomava, pois pelo estado da minha coluna eu deveria sentir muita dor. Eu contei a ele que fumava maconha e que é o melhor remédio que já usei em toda minha vida. Ele me receitou outro remédio a base de ópio e disse que se não resolvesse eu poderia voltar para minha erva. Claro que nem comprei o remédio né, li a bula que dizia que causava dependência, então, estou fora!

Também uso maconha para depressão e crises de pânico, que, aliás, eu nunca mais tive desde que comecei à fumar. Tenho duas filhas de 20 e 24 anos que também usam a cannabis para TPM, cólicas menstruais, insônia e não tenho medo e nem vergonha de dizer que fui eu mesma que ofereci à elas. Vejo na Maconha o remédio mais eficaz e seguro que existe!

Quero ter o direito de cultivar a cannabis em casa. Acho o cúmulo do absurdo sermos proibidos de plantar uma erva. Parece que ainda estamos vivendo a época da Inquisição. Absurdo!!!

Não sou uma criminosa ,sou mulher, sou mãe, sou uma pessoa que GRITA pelos seus direitos. O direito de viver com dignidade e saúde!” – ROSE MARYJANE CASTRO, Pindamonhangaba/SP.

Esta sessão tem por objetivo divulgar os casos e depoimentos de usuários medicinais que lutam pelo direito de um tratamento mais digno e saudável. Mais informações sobre o grupo Eu Uso Maconha Medicinal podem ser encontradas clicando aqui. Legalizar a maconha é uma questão de dignidade e respeito!

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s